20 de maio

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
10/10/23 às 16h26 - Atualizado em 1/04/24 às 10h30

O Museu Histórico e Artístico de Planaltina receberá o plano museológico e regimento interno

COMPARTILHAR

O Museu Histórico e Artístico de Planaltina receberá plano museológico e regimento interno, ferramentas de gestão fundamentais para nortear a missão, organização e gestão do espaço. O documento será apresentado ao público e a comunidade em 8 de Novembro, quarta-feira, às 10h, presencialmente no Complexo Cultural de Planaltina (ao lado do prédio da Administração Regional).

O desenvolvimento do primeiro Plano Museológico (PMU) do Museu Histórico e Artístico de Planaltina (MHAP) é oriundo de determinação da justiça e se deu através da consultoria por Documento de Projeto (Prodoc) da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), via Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal (Secec DF), pela Subsecretaria do Patrimônio Cultural (Supac).

O documento foi desenvolvido com base na legislação brasileira para museus, nas recomendações para patrimônios culturais e museus do lbram, Unesco, lcom e lphan. Objetivando estruturar o Museu a partir do diagnóstico e das consultas realizadas. 

Todo o processo de elaboração deste Plano foi acompanhado pela comunidade e representantes, de diferentes instituições, envolvidos afetivamente com o MHAP. Foram muitas contribuições, resgates de documentação, sugestões, escutas, conversas, análises e leituras para compor uma proposta em harmonia técnica, histórica e contextual com a trajetória do Museu e de Planaltina, no Distrito Federal.

O casarão onde está instalado o Museu Histórico e Artístico de Planaltina é um exemplar da arquitetura do final do século XIX, no estilo colonial rústico. Seu valor histórico também está vinculado ao fato de ter servido de hospedagem a comissões e caravanas que vieram ao Planalto Central para realizar os estudos que fundamentariam a construção da nova capital. O acervo do museu tem móveis e utensílios de época, além de fotografias que registram tradições culturais e festas populares locais.

Mapa do site Dúvidas frequentes